2 Batizamos a nova categoria de maquinas de manejo de floresta de “Forest BOTs” (Robôs de Florestas), por se tratar de um novo conjunto de maquinas autônomas robotizadas que operam sem interferência humana no manejo da floreta.

As “Forest BOTs” irão atuar nas seguintes tarefas do manejo florestal:

• plantio da floresta,
• aguação das árvores plantadas,
• adubação das árvores plantadas,
• roço químico,
• inventário florestal,
• análise de sanidade da floresta árvore a árvore, entre outras.
Forest Bot 1 / 11 Jogue com a RCCM
2 2/ 11 Forest Bot As maquinas terão sistema de Self-Driving, isto é, a maquina se movimenta sozinha sem auxilio humano, operação robotizada da sua tarefa, orientação por GPS, inteligência artificial e análise de imagem 3D dos objetos, registro de todas as ações no banco de dados da maquina, com geoprocessamento e transferência de dados para a nuvem (assim que conectada a uma rede internet), controle de todas as ações por software, sistema de auto teste automático, verificação automática da qualidade da tarefa executada, entre outros sistema da indústria 4.0.

Para informações adicionais, clique aqui.
2 Objetivo A Real Carbon Capture Machine tem por objetivo plantar mudas de quaisquer espécies florestais, nativas ou exóticas, simultaneamente, com espaçamentos que podem ser ajustados pelo operador, sendo o espaçamento padrão de 2 metros por muda, isto é, planta uma muda a cada 2 metros. Pode ser utilizada em terrenos com até 35 graus de inclinação e não é necessário limpar a área para efetuar o plantio, uma versão compacta da maquina pode ser utilizada em terras com ilhas de vegetação, APP (áreas de preservação permanente) ou RL (reserva legal). Ao mesmo tempo que planta as mudas, registra a posição de GPS de cada muda, a espécie, e conta o que plantou, ao final do plantio, envia para a “nuvem” os dados detalhados do plantio. Cada maquina pode ser utilizada em turnos de 24 horas, e planta 16.000 mudas a cada 3 horas e meia, em turnos de 24 horas seria o equivalente a plantar 96.000 mudas. Opera a 10 km/h, velocidade superior a que qualquer ser humano poderia percorrer em uma hora plantando uma muda a cada 2 metros. Planta 31 hectares a cada 3 horas e meia, ou seja, uma única maquina pode plantar 186 ha por dia com apenas 3 operadores.
Você pode jogar com a RCCM, Experimente já
Real Carbon Capture Machine – RCCM version 4.0 3 / 11
2 Histórico A história da RCCM (Real Carbon Capture Machine) começa a partir da necessidade de plantar floresta (múltiplas espécies arbóreas) e não sistemas silviculturais (mono cultura de espécies arbóreas). É muito difícil plantar espécies variadas de árvores manualmente, seguindo o mosaico ideal para o perfeito crescimento e desenvolvimento da Floresta. Em uma floresta, cada árvore nasce em um determinado local, porque aquele local apresenta condições de clima, solo, fertilidade e luminosidade ideias para o desenvolvimento da planta. Tentar plantar uma floresta sem respeitar as necessidades especificas de cada espécie, e principalmente, sem respeitar o local ideal que deveria ocupar uma determinada muda em relação as demais espécies plantadas, vai resultar em fracasso. Por esta razão, criamos a Real Carbon Capture Machine. 4 / 11 Real Carbon Capture Machine – RCCM version 4.0 2 Histórico A Real Carbon Capture Machine resolve a primeira e mais importante questão de uma verdadeira floresta, ela permite que escolhamos a posição onde cada muda será plantada, criando uma relação entre espécies arbóreas. Isto é, a muda da espécie X, será plantada ao lado da muda da espécie Y e Z. A posição onde a muda será plantada depende da posição onde a muda é colocada no sistema de esteira da maquina. É muito mais fácil organizar as mudas na esteira da maquina, do que baixo um Sol de 40°C lembrar que a muda X, deve ser colocada após a muda Y, e antes da muda Z. Normalmente os métodos manuais de plantio de floresta, são muito lentos e sujeitos a muitas falhas. O mosaico de uma floresta tem que ser desenhando com estes cuidados. Cada árvore deverá ocupar uma posição especifica durante e após seu desenvolvimento para que a floresta cresça saudável. 5/ 11 Real Carbon Capture Machine – RCCM version 4.0 2 Histórico No ano 2016 após estudar diversas soluções para o plantio de floresta, iniciamos os desenhos para a criação de uma maquina que fosse capaz de plantar mais rápido do que já fazíamos, com mais qualidade, diminuindo a perda de mudas ao máximo. E de preferência utilizando sistemas computacionais para extrair conhecimento do plantio. Com esta ideia em mente, começamos os primeiros desenhos e trabalhamos em diferentes soluções por 3 anos, até iniciar o primeiro protótipo funcional. 6/ 11 Real Carbon Capture Machine – RCCM version 4.0 2 Histórico Durante 3 anos desenhamos e testamos inúmeras opções para chegar a mais simples, rápida, fácil de operar, robusta e confiável, Real Carbon Capture Machine – RCCM.
Em 2019 iniciamos a construção do primeiro protótipo operacional que chegou a plantar a 4 km/h, logo em seguida, no mesmo ano, construímos a versão 2.0 da RCCM, e no final de 2019 iniciamos a construção da RCCM versão 3.0 e atualmente a RCCM versão 4.0 está passando por testes de campo, para aumentar a performance de plantio.
7/ 11 Real Carbon Capture Machine – RCCM version 4.0
2 Histórico A maquina é composta por um conjunto de dois equipamentos, o primeiro integra o sistema de plantio e sistema computacional, e o segundo é uma carroça para o transporte de mudas. Cada carroça acomoda 16.000 mudas e pode ser transportada diretamente do viveiro até a área do plantio para diminuir a manipulação e a necessidade de trabalhadores em cada plantio. As bandejas são carregadas diretamente do viveiro para a carroça, são rebocadas pela estrada, e acopladas na maquina de plantio. Assim que todas as mudas são plantadas, a carroça é desacoplada e uma nova carroça é engatada na maquina de plantio, para dar continuidade ao plantio. Desta forma, podemos plantar 24 horas por dia, sem interrupções, alcançando até 186 hectares plantados/dia, com até 96.000 mudas em um único dia. A maquina pode plantar linearmente o equivalente a 465 km com apenas 3 operadores: o tratorista, o operador da maquina, e o assistente na carroça de transporte de mudas. 8 / 11 Real Carbon Capture Machine – RCCM version 4.0 2 Histórico A RCCM vem equipada com sistema de automação compatível com Industria 4.0 e utiliza sistema de reconhecimento de cores para detecção das espécies que estão sendo plantadas, sistema de localização com GPS para gravar a posição exata em que cada muda foi plantada, isso irá facilitar o trabalho de acompanhamento de desenvolvimento da floresta com Drones, entre outros sistemas para controle de todas as operações em tempo real da maquina no campo. 9/ 11 Real Carbon Capture Machine – RCCM version 4.0 2 Histórico Ao final do plantio, as informações carregadas em um cartão de memoria são transferidas para os nossos sistemas para dar inicio ao acompanhamento do desenvolvimento da floresta. Uma vez que temos a posição de cada muda via GPS, e a sua espécie, podemos monitorar o crescimento de cada uma utilizando Drones com LIDAR e outros sistemas de medição e monitoramento. Os Drones irão medir o crescimento de cada individuo e verificar doenças por análise foliar utilizando nossos sistemas de detecção de doenças baseados em Inteligência Artificial. 10/ 11 Real Carbon Capture Machine – RCCM version 4.0 2 Histórico 11 / 11 Real Carbon Capture Machine – RCCM version 4.0 Todas estas tecnologias foram criadas e desenvolvidas pelo consórcio iPlantForest. Idealizamos, desenhamos, projetamos e construímos a RCCM. Desenvolvemos todos os sistemas embarcados na RCCM. Desenvolvemos os sistemas de controle e gerenciamento das informações obtidas pela RCCM, e todo o sistema de gestão florestal do consórcio iPlantForest. Desenvolvemos o sistema de detecção de doenças, que utiliza inteligência artificial. Estamos desenvolvendo o Drone que irá monitorar cada árvore na floresta, calculando o desenvolvimento da árvore, doenças, necessidade de poda, emitindo relatório para a equipe de manutenção de campo.

Forest BOT

Batizamos a nova categoria de maquinas de manejo de floresta de “Forest BOTs” (Robôs de Florestas), por se tratar de um novo conjunto de maquinas autônomas robotizadas que operam sem interferência humana no manejo da floreta. As “Forest BOTs” irão atuar nas seguintes tarefas do manejo florestal:  plantio da floresta, aguação das árvores plantadas, adubação das árvores plantadas, roço químico, inventário florestal, análise de sanidade da floresta árvore a árvore, entre outras. As maquinas terão sistema de Self-Driving, isto é, a maquina se movimenta sozinha sem auxilio humano, operação robotizada da sua tarefa, orientação por GPS, inteligência artificial e análise de imagem 3D dos objetos, registro de todas as ações no banco de dados da maquina, com geoprocessamento e transferência de dados para a nuvem (assim que conectada a uma rede internet), controle de todas as ações por software, sistema de auto teste automático, verificação automática da qualidade da tarefa executada, entre outros sistema da indústria 4.0. Para informações adicionais, clique aqui.

Objetivo

A Real Carbon Capture Machine tem por objetivo plantar mudas de quaisquer espécies florestais, nativas ou exóticas simultaneamente, com espaçamentos que podem ser ajustados pelo operador, sendo o espaçamento padrão de 2 metros por muda, isto é, planta uma muda a cada 2 metros. Pode ser utilizada em terrenos com até 35 graus de inclinação e não é necessário limpar a área para efetuar o plantio, uma versão compacta da maquina pode ser utilizada em terras com ilhas de vegetação, APP (áreas de preservação permanente) ou RL (reserva legal)). Ao mesmo tempo que planta as mudas, registra a posição de GPS de cada muda, a espécie, e conta o que plantou, ao final do plantio, envia para a “nuvem” os dados detalhados do plantio. Cada maquina pode ser utilizada em turnos de 24 horas, e planta 16.000 mudas a cada 3 horas e meia, em turnos de 24 horas seria o equivalente a plantar 96.000 mudas. Opera a 10 km/h, velocidade superior a que qualquer ser humano poderia percorrer em uma hora plantando uma muda a cada 2 metros. Planta 31 hectares a cada 3 horas e meia, ou seja, uma única maquina pode plantar 186 ha por dia com apenas 3 operadores.

Histórico

A história da RCCM (Real Carbon Capture Machine) começa a partir da necessidade de plantar floresta (múltiplas espécies arbóreas) e não sistemas silviculturais (mono cultura de espécies arbóreas). É muito difícil plantar espécies variadas de árvores manualmente, seguindo o mosaico ideal para o perfeito crescimento e desenvolvimento da Floresta. Em uma floresta, cada árvore nasce em um determinado local, porque aquele local apresenta condições de clima, solo, fertilidade e luminosidade ideias para o desenvolvimento da planta. Tentar plantar uma floresta sem respeitar as necessidades especificas de cada espécie, e principalmente, sem respeitar o local ideal que deveria ocupar uma determinada muda em relação as demais espécies plantadas, vai resultar em fracasso. Por esta razão, criamos a maquina de plantar florestas.

A maquina de plantar florestas resolve a primeira e mais importante questão de uma verdadeira floresta, ela permite que escolhamos a posição onde cada muda será plantada, criando uma relação entre espécies arbóreas. Isto é, a muda da espécie X, será plantada ao lado da muda da espécie Y e Z. A posição onde a muda será plantada depende da posição onde a muda é colocada no sistema de esteira da maquina. É muito mais fácil organizar as mudas na esteira da maquina, do que baixo um Sol de 40% lembrar que a muda X, deve ser colocada após a muda Y, e antes da muda Z. Normalmente os métodos manuais de plantio de floresta, são muito lentos e sujeitos a muitas falhas. O mosaico de uma floresta tem que ser desenhando com estes cuidados. Cada árvore deverá ocupar uma posição especifica durante e após seu desenvolvimento para que a floresta cresça saudável.

No ano 2016 após estudar diversas soluções para o plantio de floresta, iniciamos os desenhos para a criação de uma maquina que fosse capaz de plantar mais rápido, do que já fazíamos, com mais qualidade, diminuindo a perda de mudas ao máximo, e de preferência utilizando sistemas computacionais para extrair conhecimento do plantio. Com esta ideia em mente, começamos os primeiros desenhos e trabalhamos em diferentes soluções por 3 anos, até iniciar o primeiro protótipo funcional.

Durante 3 anos desenhamos e testamos inúmeras opções para chegar a mais simples, rápida, fácil de operar, robusta e confiável, Real Carbon Capture Machine – RCCM. Em 2019 iniciamos a construção do primeiro protótipo operacional que chegou a plantar a 4 km/h, logo em seguida, no mesmo ano, construímos a versão 2.0 da RCCM, e no final de 2019 iniciamos a construção da RCCM versão 3.0, maquina que está atualmente passando por testes de campo, para aumentar a performance de plantio.

A maquina é composta por um conjunto de dois equipamentos, o primeiro integra o sistema de plantio e sistema computacional, e o segundo é uma carroça para o transporte de mudas. Cada carroça acomoda 16.000 mudas e pode ser transportada diretamente do viveiro até a área do plantio para diminuir a manipulação e a necessidade de trabalhadores em cada plantio. As bandejas são carregadas diretamente do viveiro para a carroça, são rebocadas pela estrada, e acopladas na maquina de plantio. Assim que todas as mudas são plantadas, a carroça é desacoplada e uma nova carroça é engatada na maquina de plantio, para dar continuidade ao plantio. Desta forma, podemos plantar 24 horas por dia, sem interrupções, alcançando até 186 hectares plantados/dia, com até 96.000 mudas em um único dia. A maquina pode plantar linearmente o equivalente a 465 km com apenas 3 operadores: o tratorista, o operador da maquina, e o assistente na carroça de transporte de mudas.

A RCCM vem equipada com sistema de automação compatível com Industria 4.0, e utiliza sistema de reconhecimento de cores para detecção das espécies) que estão sendo plantadas, sistema de localização com GPS para gravar a posição exata em que cada muda foi plantada, isso irá facilitar o trabalho de acompanhamento de desenvolvimento da floresta com Drones, entre outros sistemas para controle de todas as operações em tempo real da maquina no campo.

Ao final do plantio, as informações carregadas em um cartão de memoria são transferidas para os nossos sistemas para dar inicio ao acompanhamento do desenvolvimento da floresta. Uma vez que temos a posição de cada muda via GPS, e a sua espécie, podemos monitorar o crescimento de cada uma utilizando Drones com LIDAR e outros sistemas de medição e monitoramento. Os Drones irão medir o crescimento de cada individuo, e verificar doenças por análise foliar utilizando nossos sistemas de detecção de doenças baseados em Inteligência Artificial.